REPASSE PARA O HOSPITAL DE CARIDADE SERÁ DE 101 MIL MENSAIS

PREFEITURA ASSINA NOVO CONVÊNIO DE REPASSE COM O HOSPITAL DE CARIDADE NO VALOR DE R$ 101.000,00 MENSAIS

 

Nesta sexta-feira (20) no Gabinete do prefeito Municipal Walter Luiz Heck, Prefeitura Municipal e Hospital de Caridade realizaram a assinatura de um novo convênio, que implicará em considerável aumento no repasse do Município à Casa de Saúde, que segue com os valores atrasados de parte de outubro e do mês de novembro a receber do Governo do Estado, assim como diversos hospitais do RS.

Até 31/12/2012 o Município repassava 32 mil mensais ao hospital. Em 2013 e parte de 2014 (até julho) o valor foi de 41 mil reais. De julho até agora foram repassados 50 mil e 800 reais mensais. No novo convênio o repasse aumentará para 101 mil reais mensais, sendo 86 mil da Prefeitura e 15 mil da Câmara Municipal de Vereadores.

Em contrapartida aos recursos o Hospital irá atender os serviços do SUS em traumatologia, obstetrícia, pediatria, cirurgia geral, cardiologia, além de manter um anestesista em seu quadro. Nas especialidades que há falta de profissionais no HCC serão firmados convênios com hospitais de outros municípios.

Segundo o Presidente do HCC Carlos Willy Grun uma médica Pediatra foi contratada na manhã de quinta-feira, sendo que a mesma iniciará o atendimento na primeira semana de março. Com isso, o hospital voltará a ter o atendimento de pediatria e obstetrícia.

Participaram do ato desta sexta-feira, Prefeito Municipal, Direção e Administração do Hospital e Vereadores.

Em sua fala o Presidente do Hospital de Caridade Carlos Willy relatou um pouco do seu histórico trabalhando na entidade, falou da dificuldade de manter e conseguir novos médicos, dos atrasos dos repasses do Estado e que apesar disso os salários dos funcionários estão em dia. Também agradeceu o apoio da Prefeitura e da Câmara, que não tinham um valor tão grande no orçamento, mas entenderam a situação e aceitaram a proposta da instituição, tirando este valor de outras destinações. Carlinhos também falou sobre os partos que não eram mais realizados em Crissiumal: “Agora as crianças voltaram a nascer no HCC”.

O Presidente da Câmara Municipal de Vereadores Renato Saling relatou que os 15 mil reais mensais sairão de economias da Câmara, que cada Vereador tem sua parcela no aumento do repasse. “Também iremos cobrar o Hospital, acompanhando as prestações de contas”, destacou o Vereador.

O Prefeito Walter Luiz Heck destacou que este provavelmente seria seu último ato público, já que teve seu mandado cassado no TSE no início do mês, e que provavelmente sairá da Prefeitura na próxima semana. Heck destacou que chegou a pensar em fazer uma intervenção no hospital, pela preocupação com o atendimento e com os mais de 90 funcionários da casa de saúde, mas não por desmandos, como aconteceram intervenções em hospitais da região, já que confia plenamente na diretoria e na administração. “Fui culpado por alguns pela saída em grupo de alguns médicos, mas o Rafael Brackmann e o Carlinhos são testemunhas que tentei de todas as formas mantê-los, mas não foi possível”.

Heck também relatou que só conseguiu ajudar o hospital, atender a sua proposta, pelo auxílio da Câmara, algo inédito. “O nosso aumento de repasse ao Hospital com esse novo convênio é de 210% nos dois últimos anos. Estaremos repassando 101 mil reais mensais, enquanto na região, só para se ter uma ideia, Três Passos repassa 72 mil, Santo Augusto 35 mil e Tenente Porteka 62 mil, com hospitais muito maiores e estruturados que o nosso.

Agora, Administração do Hospital e Secretaria da Fazenda do Município definirão a nova estrutura do plano de aplicação dos valores.

O convênio é retroativo a 1º de janeiro de 2015.

 

Fonte / Fotos: Guia Crissiumal / Prefeitura de Crissiumal